terça-feira, 22 de março de 2011

Insepulcro...


Oh! Lula!...

    Insepulcro sobrevives e não sabes, que,
     Na vil história de vida que construístes...
  Tu’alma e matéria agonizam incessíveis
      Àquelas miles de almas que destruístes!...

Purgarás qual tronco podre em ermo;
 Não terás o séquito de teu ex-reinado;
 Dependente e só em teu egocentrismo
    Enquanto não amenizares teu pecado!...

J. P. Fontoura.

Um comentário:

  1. Adorei!!
    Pena q se "Lûiz Inaçiu" lesse, não compreenderia!!
    Mto bom!!

    ResponderExcluir