domingo, 26 de fevereiro de 2012

De próprio punho...


Minha Confissão... 

O pior dos castigos para um ingrato é recordar o bem que recebeu sem ter sido grato!... Pois: 

Por não parar não olhou quando deveria ter olhado;
Por não olhar não viu o que deveria ter visto;
Por não ver não escutou o que deveria ter escutado;
Por não parar, não olhar e não escutar não foi grato a tempo!...



Por isso o ingrato se torna devedor... ...mas se não reparar sua dívida, a tempo, chegará o dia em que se sentirá desconfortável com o “peso” e quando reconhecer sua falta, talvez seja tarde e tenha se esgotado sua oportunidade... ...pois o credor pode não existir mais... ...Esse é o meu caso como devedor!...


...Perdão "Nininha"... ...Sou grato sim pelo que fez por mim, só esqueci de lhe dizer enquanto esteve aqui, mas aí no céu é mais fácil de você me ouvir e perdoar!...


Delmar. 


2 comentários:

  1. Márcia Barcellos da Cunha28 de fevereiro de 2012 17:09

    Meu Deus! Que texto Lindo! Com certeza que " Nininha" recebeu seu belíssimo recado de gratidão e amor. Sua emoção rompeu o teto e alcançou o espaço infinito em busca do coração de alguém muito especial... Escreva sempre, por favor. PARABÉNS! Abraço. Márcia

    ResponderExcluir
  2. Márcia! Escrever é o que tenho feito, revigorado por palavras bondosas como as suas... ...Obrigado pelo carinho, amiga.

    Abraço,

    Delmar.

    ResponderExcluir