segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Meus Versos.





Tristes Rosas

Rosas! Mareladas rosas,
antes, rosas tão lindas!...

Pétalas já mareladas de
rosas antes tão alvas!...

Tão mareladas, em páginas,
há tempos fostes vermelha!...

Já sem as rosas azuis, só
Beijos e saudades, rosas!...

Beijos sem rosas negras,
Rosas negras sem beijos!...

Solidárias murcham as pétalas
das despetaladas rosas!...

Sobrastes rosa amarela,
sem aquele teu buliço...
Que dó, esse teu triste fim,
Perdestes, das rosas, o viço!...


Delmar Fontoura.




Um comentário:

  1. Márcia Barcellos da Cunha1 de março de 2012 16:39

    Amigo Delmar,
    Seu poema nos remete ao delicado e perfeito mundo da emoção! Existe algo mais inspirador que falar em " rosas"? Abraço. Márcia

    ResponderExcluir