quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Meus Versos.

Como admirar  só parte de uma escultura dos Deuses?...


Mulher Inteira!...

Como ver só parte?
Se com a visão vejo a
áurea que as envolve
no caminho que trilham! 


Como ouvir só parte?
Se com a audição ouço
o murmurar de suas curvas,
como folhas ao vento! 


Como tatear só parte?
Se com o tato sinto
suas mãos com as quais,
ternamente, me acariciam!  


Como saborear só parte?
Se com o paladar
Me sacio no banquete
De amor que servem!  


Como cheirar só parte?
Se com o olfato sinto o
Perfume de rosas, de
Seus corpos por inteiro!  


Eis meu tributo, pois, como
súdito dessas Deusas brejeiras,
só sobrevivo porque elas existem.
Mulheres! As vejo e quero inteiras!


Delmar Fontoura.


Um comentário:

  1. Márcia Barcellos da Cunha16 de fevereiro de 2012 16:52

    Delmar,
    Realmente, uma beleza incontestável, deslumbrante! Abraço. Márcia

    ResponderExcluir