sábado, 12 de maio de 2012

Meus Versos

 
Tuas Percepções

Se com a visão
Não vês a névoa
No caminho que trilhas!... 

Se com a audição
Não ouves o farfalhar
Das folhas ao vento!... 

Se com o tato não sentes
As mãos com as quais,
Ternamente te acaricio!... 

Se com o paladar
Não te saicias nesse banquete
É porque não tens fome de amor!... 

Se com o olfato não sentes
O perfume das rosas que te ofereço
É porque tens o coração vazio!... 

Na esperança que ouças minha voz,
Repleto de amor tombo a teus pés,
Suplicando que me percebas!... 

Desse mísero súdito de tua vontade,
Que sobrevive somente a espera
De uma migalha do que não tens!...


Delmar Fontoura.


Um comentário:

  1. Márcia Barcellos da Cunha7 de junho de 2012 19:05

    Delmar,
    Que súplica mais bonita.Abraços. Márcia

    ResponderExcluir